Associação

Quem somos

A Associação Portuguesa de Professores de Espanhol Língua Estrangeira (APPELE) é uma associação científico-profissional constituída formalmente a 19 de julho de 2000.

Assume-se como um coletivo de professores de espanhol organizados em torno das questões relacionadas com o ensino da língua espanhola e da cultura dos países hispanófonos. Num contexto de mobilidade profissional transfronteiriça cada vez mais intenso e com a particular situação do ensino do espanhol em Portugal — proximidade geográfica com Espanha —, afirmamo-nos como uma associação portuguesa e não como uma associação de professores portugueses, pelo que pretendemos integrar a sensibilidade particular de cada docente que em Portugal ensina espanhol, seja qual for a sua nacionalidade de origem. Todos os professores de espanhol em Portugal tem um lugar na APPELE.

Igual abrangência pretendemos que caracterize a nossa atuação nos diferentes contextos de ensino, uma vez que é nosso objetivo intervir em todas as dimensões de docência do espanhol e da cultura hispânica: ensino público (desde o básico ao superior), particular e cooperativo.

A APPELE considerar-se-á tanto mais enriquecida quanto maior for a diversidade dos professores que a componham e que, a partir da especificidade da sua situação de ensino, da sua sensibilidade individual e das formas de participação escolhidas, contribuam para a qualidade da intervenção da APPELE.

A Associação é interlocutor da tutela para assuntos relacionados com a disciplina de Espanhol nos níveis pré-universitários, trabalhando em coordenação com as instituições envolvidas nas áreas do currículo, da formação e da avaliação. Assim, é responsável pelas Aprendizagens Essenciais, documento de referência para a disciplina de Espanhol, atualmente em vigor para os ensinos básico e secundário e para os cursos profissionais e artísticos; conta com um Centro de Formação próprio — e colabora com outras instituições, como a Direção Geral da Educação (DGE) ou a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, I.P. (ANQP) — para realizar ações de formação destinadas, preferencialmente, aos docentes da disciplina (Grupo de Recrutamento 350); está representada, desde o ano 2013, no Conselho Científico do IAVE, I.P., organismo responsável pela avaliação externa das aprendizagens em Portugal; e mantém parcerias com o Instituto Cervantes de Lisboa e a Consejería de Educación da Embaixada de Espanha em Portugal, apoiando na realização dos congressos que vêm celebrando, juntamente com instituições de ensino superior portuguesas, desde o ano 2003.

Funcionamento

A APPELE rege-se pelos seus estatutos — cuja última alteração foi aprovada em Assembleia Geral de 14 de novembro de 2020 —, onde se define a sua estrutura orgânica como sendo formada por uma Direção, um Conselho Fiscal e uma Mesa da Assembleia Geral.

Contudo, a APPELE não pretende que as suas posições correspondam exclusivamente às posturas dos sócios que ocupam os cargos diretivos. A Associação não se resume nem se esgota nas estruturas diretivas e pretende, de acordo com o princípio de uma verdadeira representatividade, dar voz ao que, efetivamente, são os anseios e preocupações dos seus membros. Isso só acontecerá se a atuação da APPELE for o resultado de uma efetiva ligação aos sócios “de base” e da participação ativa dos mesmos.

Assim sendo, é da responsabilidade da Direção a criação de outros espaços mais flexíveis de auscultação e de intervenção dos sócios, onde estes possam participar, na medida do contributo que podem e desejam oferecer à APPELE.

Neste contexto, será da responsabilidade dos órgãos sociais assegurar um funcionamento e uma representatividade eficazes, mas será também responsabilidade individual de cada sócio, através do seu envolvimento ativo, assegurar que isso acontece.

Tornar-se sócio

Todos aqueles que desejem adquirir o estatuto de membro da nossa associação, podem fazê-lo através do formulário de inscrição.

Também pode seguir-nos através da nossa página de Facebook.

Translate »