Esta formação procura satisfazer uma das prioridades formativas dos docentes de Espanhol na atualidade e que está relacionada com o desenvolvimento da interação oral no processo de ensino, aprendizagem e avaliação da língua estrangeira. Entende-se a interação oral como uma atividade comunicativa que se pode comparar, até certo ponto, com as tarefas orais levadas a cabo fora da sala de aula. Para tirar proveito das atividades de interação oral, convém estruturá-las tanto do ponto de vista da planificação como do desenvolvimento das aulas e da avaliação, assim como tornar os alunos conscientes desta coerência pedagógica e da necessidade de se envolverem na sua própria avaliação e no controlo das suas aprendizagens. O intuito é que neste curso se procurem respostas a perguntas como: Que tipo de atividades orais precisam de praticar os nossos estudantes? Como delineamos as atividades orais na sala de aula? Como gerir e participar nas atividades orais? Como oferecer um feedback construtivo e de qualidade? Como é que nós, docentes, avaliamos as tarefas orais realizadas pelos nossos alunos?

Com esta ação pretende-se dar a conhecer dinâmicas de trabalho para as aulas de Espanhol Língua Estrangeira, apresentando aos participantes algumas propostas de atividades que poderão implementar com os seus alunos para estimular a sua criatividade, aumentar a sua motivação e contribuir para a qualidade do processo de ensino/aprendizagem. 


Com esta ação pretende-se refletir sobre o papel da tecnologia na prática letiva dos professores de Espanhol Língua Estrangeira, abordando a questão da competência digital, das ferramentas tecnológicas e estratégias disponíveis, e dos usos que delas fazemos nos diversos ambientes de aprendizagem.


Com esta ação pretende-se dar a conhecer algumas das investigações mais recentes na área do ensino do Espanhol como Língua Estrangeira e problemáticas associadas, promovendo a discussão e reflexão entre pares e tendo por base projetos de investigação-ação ou estudos conducentes a diferentes abordagens da língua e cultura espanholas em sala de aula.


Este curso de atualização docente para professores de Espanhol de 3.º Ciclo e de Ensino Secundário que exercem funções no sistema educativo de Portugal (grupo 350) visa preencher um vazio no que diz respeito à oferta formativa existente para este coletivo de docentes. Num cenário educativo em constante mudança, a formação contínua deve ser uma necessidade para todos os docentes empenhados em melhorar a sua prática profissional, uma vez que, «quem se atreve a ensinar, nunca deve deixar de aprender» (John Cotton Dana). Como o ensino de línguas estrangeiras não deve ser alheio a esta necessidade de modernização pedagógico-didática, é fundamental proporcionar aos docentes oportunidades de formação que lhes permitam sair da sua zona de conforto, dando-lhes a conhecer práticas inovadoras, baseadas em metodologias recentes, no sentido de conseguir melhores resultados em sala de aula. Assim, neste curso dedicado ao ensino-aprendizagem do Espanhol como Língua Estrangeira, centrar-nos-emos em três eixos fundamentais: o trabalho com ferramentas digitais («apps»); a imbricação da língua, a literatura e a cultura espanholas; e a gamificação (uso de jogos) para aumentar a motivação.