Gramáticas e dicionários

Gramáticas

Esta gramática didática do espanhol, de Luis Aragonés e Ramón Palencia, está especialmente orientada para estudantes de ELE. Os três volumes de que é composta seguem os níveis de competência do Quadro Europeu Comum de Referência:

  1. Niveles A1-B2. Gramática de uso del español. Teoría y práctica (2007).
  2. Niveles B1-B2. Gramática de uso del español. Teoría y práctica (2009).
  3. Niveles C1-C2. Gramática de uso del español. Teoría y práctica (2007).

Dicionários e Corpora

Entre os numerosos recursos que disponibiliza a Real Academia de la Lengua Española (dicionários, banco de dados, gramática, ortografia, biblioteca…), o seu Diccionario é a plataforma indispensável para qualquer pessoa que procure dilucidar o significado de uma palavra ou expressão da língua espanhola. Contém o maior número de acepções para cada lema. Para além de uma completa etiquetagem morfológica, inclui informações etimológicas, de área geográfica, de registo, de áreas especializadas, remissões, sinónimos e conjugador de verbos.

O Diccionario Clave é um dicionário de grande qualidade, quer pela facilidade do seu uso, quer pela quantidade e qualidade do seu conteúdo. A mais valia deste dicionário são os exemplos de uso das palavras em contexto, uma grande ajuda para falantes não nativos.

Embora o Diccionario de uso del español de María Moliner seja o melhor dicionário de uso do espanhol, infelizmente não pode ser consultado completamente online.

O Diccionario de americanismos, fruto de anos de trabalho conjunto das academias da língua espanhola, constituem um importante repositório lexical do espanhol da América. Inclui informação detalhada sobre as caraterísticas geográficas, sociais e culturais do uso dos 70 000 vocábulos que são apresentados.

Seleção de recursos úteis para trabalhar com várias línguas ao mesmo tempo.

No site WordReference não encontramos apenas um dicionário espanhol monolingue, mas também dicionários bilingues (espanhol-português, português-espanhol…) ou dicionários de sinónimos. Aqui destacamos os links relativos ao espanhol e ao português, mas as combinatórias incluem várias outras línguas. Outra das vantagens do WordReference é que conta com um fórum onde o utilizador pode participar deixando as suas dúvidas ou consultando questões colocadas por outros.

O site diccionarios.com é outras das opções quando se quer utilizar dicionários monolingues e bilingues ao mesmo tempo. O site leva a chancela de dois nomes imprescindíveis da lexicografia: VOX e Larousse.

O IATE (Interactive Terminology for Europe) é a base de dados terminológica da UE. Tem sido utilizada pelas instituições e agências europeias desde 2004. Selecionando a combinação de línguas desejada, obtemos as referências cruzadas do mesmo termo. Trata-se de uma ferramenta especialmente útil para o trabalho com terminologia especializada.

DeepL é um tradutor automático de grande qualidade. Pode ser usado online ou descarregar a aplicação para PC.

Linguee é também um site muito útil para aqueles que sabem extrair equivalências a partir do contraste entre textos traduzidos. Utiliza memórias de tradução e bases de dados disponíveis online. Juntamente com o Google Translate, são duas ferramentas de consulta para todos aqueles que se iniciam na tradução.

O Diccionario de términos clave de ELE é uma obra de consulta para professores, formadores e estudantes de disciplinas associadas à didática das línguas estrangeiras, e mais especificamente à do espanhol. Para além das definições e conceptualizações de um dicionário destas caraterísticas, inclui referências bibliográficas fundamentais para cada entrada.

Em buscapalabra pode encontrar dicionários de definições, de rimas, de sinónimos e antónimos, motor de busca de categoria gramatical, conjugador de verbos e procurar palavras por letras. 

BwanaNet: programa desenvolvido pelo Instituto Universitário de Linguística Aplicada (IULA), Universidade Pompeu Fabra, que permite a extração de informação linguística do corpus técnico do IULA. As áreas contempladas no corpus são: economia, direito, genoma, informática, meio ambiente, medicina. Podem ser feitas buscas em espanhol, catalão e inglês.

Corpus de Referencia del Español Actual (CREA): corpus dedicado à recolha do uso do espanhol nos últimos anos e as suas variantes em todos os países hispânicos. 

Corpus Del Español: corpus diacrônico (de 1200 até ao fim do século XX) com 100 milhões de palavras, de discurso escrito e oral. Foi idealizado por Mark Davies e apresenta as linhas de concordância em formato KWIC, ou seja, a palavra é centralizada e realçada em negrito. Permite pesquisas complexas por categoria gramatical e tipo de texto.

Corpus Diacrónico del Español (CORDE): parte do Banco de Dados do espanhol da Real Academia Española, é o maior recurso léxico – mais de 200 milhões de palavras – disponível para o idioma espanhol. Pretende ser uma amostra representativa da língua espanhola ao longo de sua história.

CORPUS COLA – Corpus oral de lenguaje adolescente: registo sonoro de  conversa espontânea de jovens (13 a 19 anos) de Madrid, Buenos Aires, Santiago do Chile e Guatemala. A transcrição é ortográfica e segue as recomendações do TEI. O site fornece acesso aos áudios (MP3 ou WAV) e às transcrições. Podem ser introduzidas noutro software (como o PRAAT) para uma análise fonética mais detalhada. Cada transcrição é classificada com parâmetros sociolinguísticos de classe social, sexo, idade e nível de formação. O browser (em inglês e norueguês) permite pesquisas avançadas baseadas em critérios como  idade, sexo ou estatuto social do informante.